Como lidar com o intestino preso em uma dieta low carb

Intestino Preso – O que fazer?

Em geral ao iniciar uma alimentação low carb a pessoa experimenta uma perda de peso sem sofrimento, com nenhum ou poucos efeitos colaterais em decorrência das mudanças na alimentação, porém são mencionados com alguma frequência problemas relacionados ao desempenho do intestino, que passa a se comportar de maneira diferente do que vinha ocorrendo antes do início da dieta.

Veja agora como lidar com seu intestino ao iniciar uma dieta low carb.

O que esperar do funcionamento do intestino ao aderir uma alimentação low carb?

O intestino pode prender.

Uma dieta com muitos carboidratos causa retenção de líquidos, então ao iniciar low carb é normal que os primeiros quilos perdidos sejam água, o que pode desidratar as fezes e tornar sua saída mais difícil.

O intestino pode soltar.

É menos comum, mas algumas pessoas também tem diarreia, que pode ser ocasionada pela inserção repentina na dieta de alimentos que a pessoa não costumava comer em maior quantidade, como queijos gordos ou da ingestão em uma só refeição de uma quantidade exagerada de gordura.

A aparência e volume das fezes podem mudar.

O intestino de algumas pessoas não prende ou solta, mas as fezes mudam de aparência e isso eventualmente gera preocupação. A aparência e o volume das fezes reflete o que entra, então ao promover alterações na dieta principalmente se você vinha de uma dieta com um alto consumo de carboidratos, é de se esperar alterações no visual das fezes.

As alterações são temporárias.

Assim como as dores de cabeça e os outros sintomas da lipólise, as alterações no funcionamento do intestino são temporárias na grande maioria dos casos. Em geral entre duas e três semanas o intestino volta a funcionar com a mesma frequência anterior.

Como lidar com o intestino preso na dieta low carb?

1. Coma muitos vegetais.

Todos os vegetais são ricos em fibras, então varie bastante na sua alimentação os vegetais low carb como couve flor, espinafre, brócolis, abobrinha, berinjela.

2. Beba água.

Além das fibras a água também é essencial para fezes saudáveis. Já falamos sobre como ao começar uma alimentação low carb nos livramos de líquido retido, então garanta que o líquido perdido está sendo reposto.
Aumente um pouco o sal nos alimentos para reter o líquido no corpo. Aumentar o consumo de água e sal também contribui para aliviar os sintomas da cetose.

3. Consuma as gorduras naturais sem medo.

A gordura natural dos alimentos também vai contribuir para o funcionamento do seu intestino.
Na alimentação low carb os carboidratos são substituídos pelas gorduras, que são mais calóricas. Por causa disso, um volume menor de comida provocará maior saciedade, então espere uma diminuição no volume das fezes.

4. Coma frutas e oleaginosas.

O coco e o abacate vão trazer uma combinação de fibras e gordura capaz de ajudar bastante caso você esteja enfrentando dificuldades com o funcionamento do intestino.
As nozes e castanhas são boas opções de lanches low carb e também vão contribuir para a formação do bolo fecal com fibra e gordura.

5. Probióticos e pré-bióticos.

Se mesmo comendo uma boa quantidade de fibras e gorduras e com o consumo adequado de líquidos a situação não melhorar, pode ser uma boa ideia fazer experimentos com probióticos, como o kefir, o iogurte natural integral ou coalhada síria.
Probióticos são bactérias que vivem no nosso intestino e nos ajudam na digestão dos alimentos.
Iogurtes açucarados como o Activia e o Yakult não são low carb. Opções de alimentos probióticos low carb são o chucrute, os queijos, os picles e o vinho.

Kefir de leite

Quanto aos pré-bióticos (que são a comidinha para as bactérias que você tem no intestino), boas opções são o alho e a cebola, a chicória e os aspargos.
O amido resistente também é pré-biótico, então dá para experimentar adicionar na dieta a banana verde crua, sem aquecer. Eu compro a banana verde (da casca bem verde), com a ajuda de uma faca solto uma a uma da penca e congelo com a casca mesmo, para utilizar eu retiro do congelador e deixo por alguns minutos em uma vasilha com água, você vai ver que a casca vai amolecendo e ficando fácil de retirar, faça um corte transversal com uma faca e retire a casca, depois pique a polpa ainda congelada e bata com abacate ou morango, pode acrescentar um pouquinho de leite vegetal de coco, amêndoas, ou também um pouco de creme de leite fresco. Vá adaptando da maneira que você mais gostar, tem gente que já me disse que prefere engolir ela pura mesmo. Lembre-se não vale aquecer a banana verde pois ela perderá todo o amido resistente.

Banana Verde

Saiba mais sobre amido resistente e como ele pode ser um verdadeiro aliado para seu intestino  aqui.

6. Ainda mais fibra.

Se você já tinha dificuldades com o intestino antes de começar e usa psyllium, linhaça ou chia para ajudar, pode continuar com o consumo desses alimentos na dieta low carb.

Spoons and healthy seeds

7. Gerencie o stress e durma bem

Não é fácil embarcar em um estilo de alimentação totalmente novo e o stress que isso causa pode piorar ainda mais o problema do intestino. Tente manter a calma e ocupar-se de outras coisas, não pensar na dieta o dia todo.

O sono é muito importante durante o processo, quando for dormir desligue luzes, celulares, tv, evite ficar mexendo no celular antes de dormir, você pode acaber vendo algo que não queria ficando estressado e atrapalhando seu sono, procure por videos de meditação no youtube em especial os de respiração, faça os antes de dormir e veja como você poderá ter um sono muito mais tranquilo e reparador.

8. Aumente os carboidratos

Por fim, se todas as tentativas fracassarem, aumentar o consumo de carboidratos pode ser a solução para os problemas de intestino. Experimente adicionar mandioca e batata doce de preferencia nas suas refeições noturnas e veja como reagem o peso e o intestino.

Espero que com essas dicas você possa usufruir da dieta sem transtornos com o seu intestino, esteja sempre atento aos sinais do seu organismo, teste os alimentos um a um, sinta como seu corpo reage e faça as melhores escolhas.

Conte sua experiencia aqui nos comentários, nada como trocar idéias e ajudarmos uns aos outros.

Com amor!

Adriana Araújo.

Fontes de pesquisa:

Fonte 01; Fonte 02; Fonte 03.

Baixe agora seu e-book gratuito

Adriana Araújo, 41, coach de emagrecimento e estudante de nutrição, mineira de Uberaba, adepta do Low Carb desde 2014. Curiosa por nutrição, saúde e gastronomia. Emagreci 35kg sem sofrer e sem passar fome! Aqui você vai encontrar dicas e relatos sobre minha rotina na dieta low carb, receitas e muito mais. Seja bem vindo!

Deixe um comentário