14/11 Dia Mundial do Diabetes

Hoje, 14/11, é Dia Mundial do Diabetes.

Resumidamente, o diabetes trata-se de uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue.

Prevenir é melhor do que remediar: isso se faz uma verdade no caso de diabetes. Considerando que existem dois tipos de diabetes, o tipo I genético e o tipo II que é causado principalmente por maus hábitos, é mais do que necessário que haja ações de todos os lados para informar a população sobre estes problemas e como tratá-los.

Aproveito este dia para chamar sua atenção para a importância de buscar mudanças verdadeiramente, e sair ou não fazer parte desta estatística, que tem tomado conta da população.

Os dados continuam crescendo: mundialmente, a doença atinge aproximadamente 400 milhões de adultos, conforme mostra a OMS em relatório publicado em abril deste ano. No Brasil, este índice está em torno de 16 milhões.

Na verdade, os números mostram as escolhas que o ser humano tem feito – os hábitos de vida repletos de alimentos industrializados, embutidos, doces, farinhas brancas, refrigerantes, fast foods, entre outros.

Por isso, sugiro que comece retirando do seu dia a dia alimentos que contenham açúcar, exclua os carboidratos (menos os de origem vegetal) e busque produtos saudáveis. Não precisa ser uma escolha difícil! É simplesmente querer ter mais saúde na sua vida, e não mais doenças, porque o diabetes traz consigo muitas complicações! Portanto saiba que essa escolha está em suas mãos. Quanto mais cedo nos prevenirmos, nos munindo de uma alimentação saudável, nunca precisaremos nos preocupar com o estado pré-diabético.

Então, se você tem filhos, pense no bem deles. Bons pais não são aqueles que mimam os filhos entupindo-os de açúcares e besteiras. Mas, sim, aqueles que pensam em formar um adulto saudável e bem preparado para a vida. Tanto a genética atual quanto o ambiente futuro podem não ser tão favoráveis a eles, entretanto, quanto mais cedo eles absorverem hábitos saudáveis, mais preparados eles estarão para não serem vítimas das predisposições e das circunstâncias. Comece agora a formar o bom futuro de seus filhos, ensinando-os o caminho certo. E não é possível culpar as próprias crianças, porque quem é responsável por implementar uma cultura de bons hábitos somos nós, os pais!

Já contei que em 2014 eu e meu filho de 15 anos fomos diagnosticados com diabetes, mas o que fiz? Reverti essa situação através de uma alimentação low carb e baseada em comida de verdade. Isso mesmo, não tem segredos. A alimentação pode mudar esse quadro. Você pode se livrar de um pré-diabetes ou de um diabetes tipo 2 apenas se alimentando corretamente. A escolha é sua. Não caia nas garras das comidas prontas, que de nutrientes não têm nada, e muito menos se alie a práticas ruins, porque no momento em que o diagnóstico for dado, você vai ter que se esforçar ao dobro para reverter esse processo. Ame-se e se cuide.

Quisera eu ter acesso a informações como essas antes de ser diagnosticada pré-diabética. Hoje sei como foi duro enfrentar o fato de que toda a culpa do meu filho também ter adquirido o diabetes foi minha. Graças a Deus e a muito estudo e dedicação consegui mudar os nossos hábitos alimentares e vencer essa batalha, posso dizer que reescrevi nossa história e tivemos um final feliz, assim como qualquer um pode reescrever a sua, basta querer!

“Tudo parece impossível até que seja feito.”

Confira aqui meu guia low carb para iniciantes para ajudá-lo a começar a mudar seus hábitos e ganhar mais saúde.

Obrigada e até a próxima.

 

Adriana Araújo, 41, coach de emagrecimento e estudante de nutrição, mineira de Uberaba, adepta do Low Carb desde 2014. Curiosa por nutrição, saúde e gastronomia. Emagreci 35kg sem sofrer e sem passar fome! Aqui você vai encontrar dicas e relatos sobre minha rotina na dieta low carb, receitas e muito mais. Seja bem vindo!

Deixe um comentário